24 de abril de 2009

Agonia

Como pode existir tanta mediocridade
Tanta ignorância, pessoas com tão poucas virtudes
Tanta emoção e pouca razão
Tanto desejo ao sexo e pouco desejo ao conhecimento

A Cada dia, a cada noite cresce em mim uma culpa
Não consigo mais viver com adjetivos tão mesquinhos ao meu lado
Vou então entrando em colapso,crises e BOOM
Varios pedaços de uma vida dedicada ao pensar, ao existir, ao tudo e ao nada

Vou tentando juntar pedaços de mim
Mas, fica dificil a cada dia, a cada contato com as pessoas
Ohh! que tão infâme é a sensibilidade, que tão infâme é a razão
Mas, principalmente, que tão infâme a pessoa que nasce com tais agonias

Um dia ainda acordarei no berço do conhecimento
Beberei quantidade exorbitante da sua fonte
Entrarei em forte transe e vislumbrarei tal virtude
Ficarei Triste,e desejarei ser ignorante e mediocre mais uma vez

1 comentários:

Menina Má disse...

Darlan tá escrevendo bemm.. congratulations!