14 de outubro de 2011

Bestas

Seres imprestaveis . Seus conceitos vazios estraçalham suas mentes , e ainda assim eles tentam impor sua inutilidade aos demais , como se isso fosse trazer alguma dignidade as suas vidas mesquinhas . Eles me contam mentiras todos os dias , e se gloriam por isso. E eu rio deles como quem ri de um cão correndo atras de rodas de carro.
Seres desgraçados, que vivem na miseria de suas ilusões ; contando vantagens sexuais, como se isso fosse mudar a verdade amarga de seus amores frustrados. Usando vestes de um orgulho falido , tentando esconder de todos a decadencia de seu carater.
A reunião esta formada, e como manda a tradição , todos usam suas mascaras amáveis, todavia, olhares invejosos revelam o despeito e o rancor por tras de frases calculadas. Surgem então monstros munidos de um falso "status" , tentando devorar os pequeninos. Mas resta ainda uma mentira a ser contada e uma verdade a ser dita , quem irá suportar essa batalha?
Eu quero o poder da invisibilidade , para que não possa ser visto em meio a pilha de lixo. Nas noites de um passado alucinante, a vida parecia mais facil e limpa. Entretanto fui banido de meu mundo , obrigado a correr por becos escuros e frios , fugindo desses seres rastejantes .
Parasitas bajuladores, vivem dando seus conselhos hipócritas. Aqui estou eu aguardando o seu juizo . Não vou cair nem me entregar , e sei que queimarão todos no inferno antes que possam me devorar.



Márcio Freitas . 03/05/2011

2 comentários:

Darlan disse...

Eu vivo isso todo dia...

MARCIO FREITAS disse...

Pois é , assim caminha a humanidade!!