11 de dezembro de 2008

Antitese

Par e ímpar . Bem e Mal
São tantas antíteses que não se de que lado sou
Sou de lado nenhum, alias nem sei se realmente existe um lado
Aqui nesse mundo de lamentações, deixo a minha : Não sou o que quero ser!
Vou tentando aos tombos , tombos e somente tombos
Cansei. Irei por fim ! , ai se isso ao menos fosse verdade
Acorde de seu sono, o secamento das suas lágrimas
tento ser racional
sou mal sem cura
não me adapto e vivo fora de órbita
não tenho início, muito menos meio
e meu fim é agora.

1 comentários:

Menina Má disse...

De coração.. amei esse!